quarta-feira, 6 de julho de 2011

Panquecas de cará japonês

No Japão tem uma variedade de cará que os japoneses gostam muito de comer apenas ralado e cru sobre o arroz ou macarrão chamado tororo imo. Ganhei alguns da acupunturista que frequentava la mas como não sou muito fã dele cru ela me deu algumas outras dicas de como consumi-lo. Esta panqueca é uma delas. A textura leve e fofa lembra uma omelete e você pode colocar na massa legumes ralados ou usar outros temperos.
Me ensinaram apenas a colocar manteiga derretida, ovo e shoyu. Eu substitui o shoyu por sal e pimenta e adicionei cheiro verde bem picadinho.
A seiva do cará causa coceira nas mãos, deixando-as bem irritadas. Eu usei luvas de borracha e resolvi este problema. Para os desavisados que não tomaram cuidado, a Nina, blogueira do Gourmandise, deu a dica para deixar as mãos de molho em banchá!
Outras dicas para usar cará (tororô imô):
- no missô shiru (caldo japonês). Faça um caldo de peixe, pingue colheradas do cará ralado e deixe ferver. Não precisa deixar muito tempo, pois lembre-se que ele é consumido até cru. Desligue o fogo e dissolva o missô. Sirva em seguida.
- cru. Rale o cará, coloque no “suribati” (tipo de pilão japonês) e reserve. Coloque uma lata de atum numa panelinha e cubra com um pouco de dashi ou água. Leve ao fogo e deixe ferver. Desligue o fogo e coloque missô de modo que fique mais salgado que um missô shiru comum. Vá colocando o caldo aos poucos no suribati mexendo sempre até que fique na consistência desejada. Sirva quente ou frio sobre o arroz branco. Esta é uma versão que a doutora criou para agradar seus filhos. Na verdade, a receita pede cavala.

rece_0303_panquecas-de-cara

Ingredientes:

1 cará médio (tororô imô)
1 ovo
1 colher (sopa) de manteiga derretida
cheiro verde picado a gosto
sal e pímenta do reino a gosto

Modo de preparo:

Rale o tororô imô e junte os demais ingredientes. Misture bem e despeje colheradas da massa numa frigideira com um pouco de óleo. Deixe dourar de um lado, vire e espere corar também. Sirva quente ou frio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arte nada mais é, do que reciclar e soltar a imaginação.

Berço para bonecas

Reciclado de rolo de papel