quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Arquiteta brasileira cria cadeira portátil de papelão




(REDAÇÃO ECOD - 04/2011)

Quando a arquiteta Roberta de Sá Faustini comprou a tão desejada TV nova, logo descobriu que a embalagem do produto seriam melhor que seu conteúdo.

Decidida a dar uma nova utilidade à caixa de papelão, a paulistana criou a cadeira "X".

Depois de muitos testes e protótipos, a cadeira foi concebida como um móvel ecológico, já que utiliza um material reciclável, biodegradável e de baixo impacto ambiental, e prático, já que pode ser levado para qualquer lugar.
Leve, portátil e capaz de aguentar até 125 kg, a cadeira é feita a partir de duas placas de papelão com mesmo tamanho e recorte que se encaixam facilmente.
A boa ideia logo começou a fazer sucesso e chegou a ser destaque na Casa Cor 2010 e no lounge da revista ELLE na edição de primavera/verão 2010 da São Paulo Fashion Week.
A primeira produção das cadeiras se esgotou rapidamente, conta a arquiteta, que agora desenvolve um novo projeto, ao lado da artista Bia H. Sampaio, para criar produtos com a reutilização de resíduos industriais.



Mas para quem gostou do móvel, Roberta garante que uma nova leva de cadeiras “X”, ainda mais resistentes e duráveis que as primeiras, já estão em produção e em breve poderão ser adquiridas na loja Heart to Heart e em outras lojas de design.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arte nada mais é, do que reciclar e soltar a imaginação.

Berço para bonecas

Reciclado de rolo de papel