quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Como organizar uma festa infantil?



1-Escolha o tema da Festa.


Se o seu filho já tem idade suficiente para fazer escolhas converse com ele para decidir o tema da festa. Tente adequar o tema ao seu orçamento. Para crianças muito pequenas escolha o tema que mais lhe agrada, descubra personagens que despertam a atenção da criança. Para o primeiro aninho pode ser Disney Baby, Anjinho, Backyardigans entre outros.


2-Data e Horário


Escolha a data do evento e o horário. Lembre que em festas realizadas durante a semana ou feriados prolongados o número de convidados que comparecem é menor.


3-Lista de convidados


Faça a lista de convidados, crianças e adultos. Considere o que foi dito anteriormente, durante a semana ou feriados prolongados o número de convidados que comparecem é menor.
Defina qual é seu orçamento disponível para a realização da festa antes de decidir o local e quais serviços irá contratar.


Festa em Buffet Infantil - Faça no mínimo três orçamentos e considere os itens abaixo


• A capacidade de convidados que a casa suporta


• Brinquedos que a casa oferece (ou serviço de buffet)


• Quantidade de alimentos e bebidas por pessoa e variedade. Se possível peça uma degustação.


• Serviços extras como animação e monitores


• Peça fotos de outras festas realizadas pelo buffet


• Solicite um contrato onde esteja escrito tudo o que foi acertado ao contratar o serviço.


Festa em casa ou salão de festas.


No caso da festa em casa você poderá contratar os serviços de Buffet a domicilio ou fazer você mesma.


Não esqueça de reservar o salão de festas com antecedência !.


Considere a capacidade do espaço disponível, se suporta a quantidade de convidados definida na sua lista e a colocação de brinquedos e espaço para recreação, animadores, pista de dança, etc.


Não esqueça de considerar os itens listados acima para o serviço de Buffet a domicilio.


Se você mesma fará a organização da festa compre o material da festa,copinhos, pratinhos, garfinhos, balões, guardanapos e acessórios para decoração, guirlanda, painéis, personagens e também para animar as crianças, néon, piscas, etc.


5 - Alimentação


O bolo e os doces são componentes de destaque da festa. Além de saborosos, devem ser bonitos e/ou criativos.


Se optar por um buffet infantil, deverá apenas definir o cardápio não se preocupando com as quantidades.


Se a festa for feita em casa, deverá ter em conta a quantidade de salgados e doces, veja nosso artigo,quantidade de alimentos. Existem muitas pessoas que fazem doces modelados e bolo com os personagens do tema da festa.


Se o orçamento está curto faça você mesma. Escolha três ou quatro variedade de doces e salgados e congele.


6- Animação da Festa


O tipo de Animação está diretamente relacionado com a idade dos convidados.


Por outro lado, é sempre importante ter música no evento, e dessa maneira não só agradar especialmente as crianças mas também os adultos.


Se o serviço de Buffet que você contratou não oferece o serviço de animação, pesquise na categoriaAnimação de Festas ou Aluguel de Brinquedos.


Você poderá alugar uma piscina de bolinhas, cama elástica ou salão fashion. Contratar animadores, palhaços e monitores.


Faça brincadeiras,como estourar bexigas,dança das cadeiras,vivo ou morto ,estatua,ou providenciar uma mesa com muitos desenhos para colorir,massinhas, giz de cera, etc.


7- Convites e Lembrancinhas


Se o serviço de buffet não oferece lembrancinhas e convites pesquise no site empresas que vendem estes produtos. Existem muitas opções e variedade no mercado inclusive sites que vendem online.


Considere sempre em mandar fazer algumas lembrancinhas a mais.


Você deverá enviar os convites no mínimo 15 dias antes da data da festa.


8- Foto e Filmagem
Faça no mínimo três orçamentos em Foto e Filmagem. Se decidir por exibir vídeos em um telão verifique se o local da festa possui infraestrutura e instalações adequadas.


Como escolher o melhor buffet

Ele vira uma boa alternativa desde que tenha diversão certa para o perfil dos seus convidados e seja maleável para atender a suas necessidades

Se você cogita contratar um buffet infantil para comemorar o aniversário do seu filho, então aprenda a negociar porque sempre há margem para alguns acordos. O primeiro detalhe em que deve reparar é a partir de que idade as crianças são pagantes – até porque, se o seu filho é pequeno, a tendência é que a maioria das crianças da festa não seja muito mais velha.

Alguns estabelecimentos determinam que convidados acima de 4 anos já devem ser contabilizados feito gente grande. Vale argumentar que, nessa idade, a criançada não come quase nada. Portanto, bata o pé até que elevem esse limite. A maioria dos buffet hoje considera pagante quem tem mais de 5 anos. Essa diferença de um único ano na faixa dos pagantes pode parecer mínima, mas já é capaz de resultar em economia no final das contas, conforme a idade da meninada na sua lista de convidados. O ideal – embora mais difícil – seria aumentar a faixa dos que pagam para acima dos 6 anos. Não custa tentar...

Negocie também um prato quente – algo que alguns buffets, às vezes, tentam cobrar à parte e até alegam, ao notar que você não está disposta a pagar, que tudo bem porque as crianças gostam mesmo é de salgadinho. Não é bem assim! Algumas mães preferem que os filhos forrem o estômago com um prato de massa, por exemplo. Então, insista: você quer o prato quente.

Veja ainda se eleva o pacote – geralmente para 50 convidados pagantes – para 60 pessoas (eu mesma já consegui isso e, certa vez, pedi um bolo extra porque a data da festa coincidia com o aniversário do meu sogro). O importante é ter cabeça fria para notar se determinada oferta do estabelecimento é realmente vantajosa no seu caso. Faça e refaça as contas, sem constrangimento, até as condições ficarem favoráveis.

É claro que, por melhor que seja o valor negociado, ele sairá caro se o espaço não for adequado para a ocasião. O buffet precisa oferecer brinquedos e brincadeiras próprios para a faixa etária predominante entre os seus convidados mirins. Exemplos, que servem inclusive para quem pretende (em vez de contratar um buffet) alugar brinquedos para festejar em outro espaço:

* Para crianças de 1 a 3 anos de idade, é importante que exista a famosa piscina de bolinhas e o que muitos apelidam de Cantinho do Bebê, uma espécie de brinquedoteca, ligeiramente protegida do corre-corre da meninada mais velha, com brinquedos indicados para as crianças pequenas. No caso dessa faixa de idade, não adianta você se encantar com brinquedos eletrônicos, simuladores, elevadores que despencam e outras atrações do gênero, presentes naquele estabelecimento “da moda”, que saiu na coluna social da cidade ou acabou de ser inaugurado. Eles ainda não são para o público de sua festa, por assim dizer! Então, parta para outro buffet, que pode ser até menor e mais simples, porém mais adequado.

* Para crianças de 1 a 9 anos de idade, um brinquedo bastante democrático é o balão pula-pula. Outro é a cama elástica, uma unanimidade entre a garotada. Mas, claro, esses brinquedos, que atendem menores e maiores, exigem que o local tenha monitores de olhos bem abertos para que ninguém saia machucado enquanto se diverte. Aproveitando: indague o número de monitores que estará presente na sua festa e pergunte como são treinados e orientados.

* Para crianças de 4 a 11 anos de idade, é importante que existam diversões ligeiramente mais radicais, como um tobogã gigante. Se o espaço que você está pensando em contratar não oferece algo assim, os maiores poderão ficar entediados. Fique esperta, sem tirar o foco na sua lista de convidados.

* Para maiores de 5 ou 6 anos, que já são aventureiros, vale um touro mecânico, por exemplo.

Além dos brinquedos, observe com muita atenção a área, estimando como os seus convidados se acomodariam nela. Se o espaço for pequeno demais, já sabe... No entanto, também não arrisque o contrário: uma festa para 50 convidados parecerá vazia e sem graça se o local escolhido tiver capacidade para 300 pessoas.


Como calcular o consumo de comida e bebidas



O consumo de uma festa infantil varia bastante conforme o dia e horário da festa. Basicamente são duas situações:

Festa em horário de almoço ou à noite com jantar:
Além do tradicional coquetel de salgadinhos é imprescindível oferecer um prato quente no almoço, pois o horário pede esse complemento.Uma boa combinação é de massas com saladas ou outra de sua preferência, não esqueça do perfil dos seus convidados.O consumo nesse horário é um pouco menor de salgados em virtude do prato quente e maior de bebidas em virtude da própria temperatura e do horário como segue abaixo:

Crianças:

5 Salgados
3 Docinhos
1 Bolo (70gr)
1 Prato quente (300gr.)
4 Copos de refrigerante (100ml)

Adultos:

8 Salgados
5 Doces
1 Bolo (100gr)
1 Prato Quente (600gr)
5 Copos de refrigerante / Água ( 100ml) ou 3 copos de cerveja ( 200ml)

Festa à tarde ou noite sem jantar:
Neste caso, sem prato quente. o consumo de salgadinhos aumenta e o de bebidas diminui. Não é porque a festa não terá o prato quente que será incompleta, pelo contrário se tiver um serviço bem farto no coquetel de salgados as pessoas ficarão satisfeitas da mesma forma.

Crianças:

7 Salgados
4 Doces
1 Bolo (70gr)
3 Copos de refrigerante ( 100ml)

Adultos:

12 Salgados
6 Doces
1 Bolo (100gr)
4 Copos de refrigerante / Água ( 100ml) ou 2,5 copos de cerveja ( 200ml)

O ideal para ficar com uma boa variedade é:

Salgados: de 6 a 9 tipos
Doces: de 4 a 6 tipos
Refrigerante: 3 a 4 tipos
Cerveja: Com álcool e sem álcool
Água mineral: com gás e sem gás

Para facilitar o calculo faremos como exemplo de uma festa infantil para 50 pessoas com 30 adultos e 20 crianças que é muito comum em festas infantis.

Consumo total já considerando uma margem de sobra de 10%

Salgados: 500 unidades
Doces: 300 unidades
Bolo: 5 kg.
Cerveja: 100 latas de 350ml (normal) e 12 latas (sem álcool)
Água mineral: 24l (sem gás) 3l. (com gás)
Refrigerante: 30l

No caso de prato quente considere Salgados e Doces 10% a menos e Bebidas se for no almoço ou dia quente 10% a mais.
Caso queira complementar para este mesmo numero de pessoas Vinho e Whisky, neste caso diminua em 10% a Cerveja.

Vinho: 8 garrafas
Whisky: 1 a 1,5 garrafa

Vale lembrar que estes valores são uma média de consumo. É importante conhecer o perfil dos seus convidados para assim aumentar em algum item especifico. Não esqueça que é sempre melhor sobrar do que faltar. Não poupe na alimentação e bebidas pois, caso falte, poderá se tornar um grande transtorno em sua festa.

Esperamos ter colaborado com a sua festa.

Boa festa!!!

Um comentário:

Arte nada mais é, do que reciclar e soltar a imaginação.

Ocorreu um erro neste gadget