terça-feira, 1 de novembro de 2011

Calculo do custo de uma festa

Bom, em geral quando um cliente liga pedindo um orçamento ele: 1) Pegou o número na lista telefônica; 2) Recebeu boas referências à respeito da empresa; 3) Foi a uma festa decorada e pegou o telefone; 4) Viu site na internet; 5) Passou por acaso em frente à  loja e pegou o telefone.
      Nos casos 1 e 5, o cliente não faz a mínima idéia do tipo de serviço oferecido, se a decoração é bonita, se é grande ou pequena, como é a manutenção, etc. Nestas circunstância comparar preços por telefone me parece impossível.  Já nos casos 3 e 4, o cliente está partindo de algo que viu e aparentemente lhe agradou, fica mais fácil falar de valores. No exemplo 2, o cliente parte do conhecimento de terceiros, aí vale mais a confiabilidade da empresa em questão (pois ninguém sério vai querer lhe indicar uma empresa suspeita). De qualquer forma é difícil comparar preços, mas não é impossível! O que fazer então? 
      A resposta é simples, agende uma visita e veja com seus próprios olhos o serviço que estão lhe oferecendo. Parece óbvio, mas acredite, tem cliente que insiste em cotar preços e fazer escolhasAPENAS pelo telefone! Nada tem de errado em ligar pra várias empresas, mas isso não substitui a visita. 
      Então, quando for comparar preços, fique atento a alguns detalhes que "explicam a diferença" e podem lhe ajudar na escolha. 
      1) Tamanho do evento. Primeiramente você precisa definir que tipo de evento você está planejando, onde será realizado e quanto você está disposto a investir. Se a festa será na escolinha ou uma reunião íntima em sua casa e você não vê necessidade em contratar uma grande decoração deixe isso claro ao atendente da empresa e veja se ele oferece opções menores de decoração. Algumas lojas, inclusive, oferecem pequenos kits que você mesmo pode locar e levar para casa. Outras oferecem os chamados "kit-escolar" ou "pacote compacto" que são versões reduzidas de festas maiores. Quando for se informar a respeito e a empresa não oferecer este tipo de serviço pergunte se podem lhe indicar quem o faça pois a maioria das lojas possui contatos com outras que poderão lhe atender. Porém, cuidado, mesmo sendo um pacote reduzido exija qualidade, festa pequena não quer dizer que qualquer coisa está valendo.    
      Agora se a sua idéia é um evento maior, num buffet, salão de festas ou mesmo em sua própria casa você terá um pouquinho mais de trabalho na pesquisa de preços. Vamos lá!
      2) Se a empresa oferecer balões, pergunte a quantidade ou o que poderá ser feito com eles, o tamanho e marca do mesmo. Em geral, os decoradores de Vitória trabalham com o balão da marca São Roque que pode ser dos tamanhos 7 ;  9 ou 11. Quanto maior o balão, menos deles serão necessários para cobrir um mesmo espaço. Eu particularmente gosto de trabalhar com o balão n. 9 pois este oferece um custo menor em relação ao 11 e um efeito e acabamento superior ao n. 7 (que é mais barato) mas isso varia de decorador para decorador. Algumas empresas dão ao cliente a opção de pagar apenas o serviço e ele mesmo fornecer os balões no dia da festa. Na minha opinião isso gera problemas, pois o cliente (que desconhece o produto) pode se enganar nas cores, na marca e na quantidade; o balão adquirido de fonte desconhecida pode apresentar defeitos que prejudiquem o resultado final do trabalho; pode haver desencontro com o dono da festa e o trabalho ficar atrasado, etc. Portanto, eu aconselho a deixar tudo por conta do profissional que você está contratando principalmente porque desta forma você poderá cobrar dele os resultados que vocês combinaram previamente. Informe-se também quanto você irá gastar em balões extras em função do local onde será a festa e caso deseje comparar uma empresa que não oferece balões e outra que oferece 500 balões, some o valor dos balões extras ao orçamento daquela que não os oferece. Uma nova tendência em balões, são as esculturas, topiarias e entradas temáticas com balões. Caso você ache necessário, veja se a empresa também oferece estes detalhes que podem incrementar a sua festa. Veja o custo destes itens e se eles estão incluídos no pacote que você está orçando. Isso evita gastos extras não planejados. Outro ponto que gera dúvidas é a quantidade de balões necessárias para decorar um mesmo espaço. Várias vezes os clientes me perguntaram: porque uma loja aconselhou 2000 balões e outra 1000 para o mesmo cerimonial? Minha resposta pode ser: gosto e percepção pessoal do decorador ou, pior, "tática de venda". Pra não por em dúvida a honestidade de ninguém o melhor a fazer é falar em pontos de fixação de balões e não em quantidade. Peça pra ver fotos do local com diversas quantidades de balões, pergunte quantas bolas o decorador gasta nesta ou naquela peça. Se for usar arcos de balões, quantas bolas vai utilizar e assim por diante. É um direito seu como consumidor saber o que será feito com aquilo que está comprando. Se o decorador não conhece o espaço em questão, agende com ele uma visita. Tire todas as suas dúvidas antes de fechar o contrato e assegure-se que tudo conste por escrito em um contrato ou recibo.
      3) Se a empresa oferece lembranças, pergunte a quantidade e principalmente se elas são cheias ou se você deverá comprar o que irá dentro delas. No último caso, faça paralelamente uma cotação de quanto você irá gastar neste item "extra". Se a lembrança vem cheia, pergunte o que vem dentro dela, tamanho, acabamentos e detalhes. Veja também a quanto sairá cada lembrança a mais, caso a quantidade oferecida não seja suficiente para sua festa. Veja também se a empresa oferece outras opções de lembranças além de saquinhos surpresa pois você poderá decidir contratar um modelo menos "básico", quem sabe? Se você achar melhor preparar as lembranças por conta própria faça bem as contas de quanto isso poderá lhe custar pois muitas vezes "o barato sai caro". 
      4) Se a empresa oferece centros de mesa, valem as dicas da lembranças. Este me parece o item que possui a maior variação entre uma loja e outra, tem empresa que oferece arranjos bem simples (copo de gesso embrulhado em um papel de seda amarrado com um fitilho, com um palito de churrasco e um balão simples amarrado na ponta) outras já oferecem modelos mais caprichados com balas e bolas especiais. Se o arranjo vem com doces veja se ele vem cheio (juro que já vi arranjo pela metade) e que tipo de balas serão utilizadas pois isso influi no custo. É um toque a mais um cartão com o nome do aniversariante mas se a empresa não oferecer você poderá providenciar em uma loja de revelação de fotos, mas não pode esquecer de perguntar antes. A bola que vai na ponta do arranjos (de preferência numa ponteira própria) também convém ser de um tipo diferente daquele da decoração do ambiente pois, o arranjo é um enfeite e não um peso para segurar as toalhas. Agora, se você deseja causar impacto em seus convidados poderá investir em centros de mesa que tenham alguma utilidade depois da festa e sirvam de lembrança para as famílias convidadas. Claro que pra isso o custo será superior.  
      5) Se a empresa oferece convites, veja também quantidades, modelos e preços individuais. Caso não ofereça, veja também quanto isso irá lhe custar por fora. 
      6) Sobre a decoração em si.  Em geral, um pacote padrão inclui: mesa principal, painel de fundo, caixa de presentes e mesa de lembranças. Algumas empresas possuem alguns itens a mais: cenários de chão, peças interativas, displays de madeira com o personagem da festa e painéis secundários. Outros itens via de regra, são opcionais em todas as lojas: mesas de guloseimas, toalhas para mesas de convidados e esculturas de balões. Mesmo que você se informe de tudo por telefone, será necessário ver fotos ou a decoração ao vivo para conseguir escolher entre esta ou aquela decoração. Pergunte sobre peças com movimento, água e iluminação. Quais as peças que compõe a mesa e se tudo que você está vendo na foto virá incluída no dia da festa. Se você não vai fazer bolo confeitado, veja onde você poderá cantar o parabéns e se a vela é você quem deve providenciar ou a empresa, pois muitas vezes este detalhe passa desapercebido até que alguém pega um isqueiro e não encontra o que acender. Quanto às luzes da festa cuidado!!!! Alguns decoradores preocupados apenas com a beleza da decoração utilizam lâmpadas de alta voltagem nas mesas e cenários sem nenhuma proteção. Uma queimadura em uma criança pode estragar uma festa. O mesmo cuidado se deve às mesas de guloseimas e de bolo com potes de vidro que apesar de lindos podem causar problemas sérios. 
     Da mesma maneira que falamos para as festas pequenas, fica aqui o recado: exija qualidade. Nada justifica decorações sujas, quebradas, rasgadas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arte nada mais é, do que reciclar e soltar a imaginação.

Berço para bonecas

Reciclado de rolo de papel