terça-feira, 1 de novembro de 2011

Como poupar dinheiro no casamento

Um casamento representa um dos dias mais especiais na vida de um casal, da sua família e amigos… mas também um dos mais caros! Embora organizar uma festa de casamento envolva muito dinheiro, existem vários truques de poupança que podem ser postos em prática, sem prejudicar o glamour e o estilo do grande dia.
  1. Para planear, desde o início, um casamento o mais económico possível, comecem por estabelecer um budget que inclua todas as áreas onde irão gastar dinheiro e mantêm-se fiéis ao mesmo!
  2. Um casamento realizado no Outono ou no Inverno é sempre mais barato do que um realizado na época alta, ou seja, na Primavera ou no Verão. Para além disso, os locais de recepção apresentam preços mais económicas para casamentos realizados durante a semana, quando comparados com festas ao fim de semana.
  3. Fazer a recepção de casamento em casa de familiares ou amigos pode reduzir drasticamente todo o custo do dia do casamento.
  4. Limitar o número de convidados é uma forma muito fácil de poupar dinheiro num casamento… uma cerimónia e festa mais íntima também pode ser inesquecível!
  5. Sempre que tiverem de contratar um serviço, tentem escolher fornecedores locais – vão poupar eventuais custos de transporte e deslocação.
  6. Peçam à florista para utilizar exclusivamente flores da época na elaboração dos bouquets e dos arranjos florais para o grande dia – são muito mais baratas!
  7. Em vez de fazerem um almoço ou jantar sentado, planeiem um festa cocktail, onde são servidas bebidas, petiscos e tapas variadas, terminando com o bolo dos noivos. Em alternativa, podem optar por um brunch – que é uma mistura de pequeno-almoço e almoço – servido num hotel depois de uma cerimónia matinal, por exemplo. Não se esqueçam da música – um trio de jazz ou um bom DJ – para animar os convidados.
  8. As bebidas servidas num casamento também se podem revelar uma grande despesa. Em vez de terem bar aberto, limitem-se a apenas algumas bebidas – vinho, champanhe e alguns cocktails coloridos, sem esquecer as bebidas não-alcoólicas. As pessoas acabam sempre por beber aquilo que têm disponível, sem grandes problemas.
  9. As bandas são sempre mais caras do que um DJ. Peçam referências aos amigos, quem sabe não conhecem um bom DJ ou uma cantora fantástica, que lhes podem fazer “um preço de amigo”.
  10. Outra alternativa em termos de música é os noivos escolherem as suas playlists para cada momento da festa, gravarem os diferentes CDs e porem-nos a tocar em música ambiente.
  11. Façam vocês mesmos os convites, centros de mesa, adecoração, os arranjos florais ou as lembranças do casamento. Um pouco de imaginação e algum dinheiro pode produzir resultados espectaculares, que vão impressionar todos os convidados. A moda “faça você mesmo” veio para ficar e não falta inspiração económica na Internet.
  12. Podem escolher não oferecer nenhuma lembrança de casamento, optando antes por enviar, mais tarde, um cartão de agradecimento e uma fotografia dos noivos a todos os convidados.
  13. Têm avós, mães e tias que são verdadeiras fadas do lar, confeccionando bolos e doces irresistíveis? Pode ficar ao cargo destas senhoras a preparação da mesa de sobremesas – para além de pouparem dinheiro, não vão perder pitada de sabor!
  14. Se quiserem poupar dinheiro no vestido da noiva e/ou no fato do noivo, existem várias opções: mandar fazer fica sempre mais em conta do que comprar feito; escolher modelos de coleções passadas; optar por trajes em segunda mão, adquiridos numa loja vintage ou no eBay; ou então usando o vestido/fato da mãe, pai ou avós.
  15. Em termos de acessórios, também é possível pouparem algum dinheiro – basta pedirem emprestado as jóias que a noiva vai usar a um familiar ou amiga. O noivo pode fazer o mesmo com os botões de punho, por exemplo.
  16. O serviço de fotografia também se pode revelar uma despesa muito grande dentro do orçamento de uma boda. Conhecem alguém que tenha na fotografia uma enorme paixão e que adoraria fotografar o vosso casamento? Um fotógrafo amador pode ser uma excelente maneira de poupar algum dinheiro. O mesmo aplica-se ao serviço de filmagem do evento. Em alternativa, peçam aos vossos convidados para levaram as suas máquinas e tirarem muitas fotografias – no final, compilem todas as imagens, serão certamente mais do que muitas e ficarão com um álbum de casamento, no mínimo, original!
  17. Muitas vezes, quando chega a altura de cortar e servir o bolo dos noivos num casamento, os convidados já estão tão cheios que as fatias acabam por ficar inteiras e serem deitadas fora. Em vez de desperdiçar dinheiro na sobremesa, sirvam o vosso bonito bolo de casamento como a sobremesa principal.
  18. Aquando da decisão da lua-de-mel explorem a hipótese de “viajarem” dentro do vosso país ou então preparem vocês mesmos um itinerário low-cost com recurso ao booking online.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arte nada mais é, do que reciclar e soltar a imaginação.

Berço para bonecas

Reciclado de rolo de papel