quarta-feira, 6 de junho de 2012

Saiba como agir de golpes na web

Você tem medo da internet? Pois é, como em todo lugar na internet existem pessoas de má fé, que muitas vezes usam da ingenuidade e falta de conhecimento de algumas pessoas para praticar golpes. Não precisa esconder seu computador em um quarto escuro e esquecê-lo. Estamos trazendo para vocês algumas dicas simples para evitar golpes e golpistas na internet.


Para não cair em golpes, faça a gravação das conversas pelo MSN e outras redes sociais possíveis. Depois, refaça as perguntas já feitas e cujas respostas estão gravadas – se as novas respostas apresentarem diferenças, a pessoa pode até nem ser golpista, mas é mentirosa e isso já é motivo para desconfiança.
Não se exiba demais na rede. Ninguém precisa saber que você viaja todo ano para o exterior, tem um carro caro, um iate…
Não receba a pessoa em sua casa, mesmo que já tenham assumido o namoro. Muitos golpistas esperam ganhar a sua confiança para roubar objetos de valor de sua casa.
Jamais empreste dinheiro a uma pessoa que tenha conhecido pela internet, mesmo que já estejam namorando há meses.
Se você já sofreu ou conhece alguém que tenha sofrido golpes na rede, ajude a denunciar o caso à Delegacia de Crimes Virtuais. Para isso, grave em seu computador tudo o que puder: perfil da pessoa no site de relacionamentos, conversas, fotos enviadas, IP (internet protocolo)… Tudo o que conseguir valerá como prova contra o golpista.
Lembre-se que, se você souber se proteger, a internet pode ser o melhor lugar para encontrar o amor.
Dicas para se proteger

  
• Evite abrir e-mails de remetentes desconhecidos;

• Evite abrir e-mails enviados em nome de órgãos como bancos, Receita Federal, TRE, DETRAN e SERASA. Geralmente essas instituições não enviam e-mails, a não ser que você solicite;

• Crie senhas aleatórias, mesclando letras e números;

• Evite senhas com associações pessoais, como datas comemorativas e nomes de animais de estimação; 

• Não forneça dados pessoais a estranhos em chats ou bate-papos online. Os criminosos são capazes de desvendar senhas com apenas algumas informações pessoais;
  
• Atualize sempre seu antivírus;

• Nunca forneça número de cartão, conta bancária ou senha por e-mail.

Pela primeira vez os crimes virtuais, aqueles cometidos pela internet, renderam mais aos bandidos do que os roubos a mão armada. Qualquer pessoa que acessa o computador pode virar uma vítima dos golpistas.

Para contribuir com a proteção contra esses ataques, o especialista em segurança da Site Blindado, Bernardo Carneiro, preparou algumas dicas de segurança para o e-consumidor navegar de forma segura e comprar sem problemas na internet.

1) Verifique se a loja possui alguma certificação de segurança;

2) Em telas que solicitam informações confidenciais, inclusive telas de pagamento, cheque se o endereço no browser foi alterado para HTTPS e se o cadeado do browser foi ativado;

3) Utilize computadores confiáveis;

5) Abra somente emails de pessoas conhecidas, não clique em links de ofertas ou promessas;

6) Use senhas difíceis de serem descobertas (mais de 8 caracteres, letras e números);

7) Não forneça dados pessoais em sites de relacionamento ou mídia social;

8  Cheque a reputação da loja virtual nos comparadores e shoppings virtuais;

9) Acesse os sites de opinião como o Reclame Aqui para checar como está a avaliação da marca na web.


Para os pais:
- Proibir não educa e as crianças podem usar outros meios para acessar a internet, como na lan house.
- Aproveite para navegar na internet junto com seu filho. O computador deve estar em uma área comum da casa, como na sala, por exemplo.
- Os pais devem alertar os filhos para que não aceitem convites para se encontrar com estranhos. Também não devem divulgar seus dados pessoais na internet ou trocar fotos com quem não conhecem “Conhecer os amiguinhos dos filhos é fundamental”, diz Rodrigo
- Programas de filtros de conteúdo podem ajudar, mas o diálogo é sempre o melhor caminho
- Ensine ao seu filho que ele não deve acreditar em tudo, em todos. “A internet é como uma grande praça pública e, assim como na rua, na internet também há pessoas mal-intencionadas e mentirosas”, falou o diretor da ONG.


Para as crianças:
- Peça sempre permissão para seus pais quando for entrar na Internet
- Não converse com estranhos, nem aceite nada deles na Internet sem autorização de seus pais
- Nunca use seu nome verdadeiro nos jogos, no chat, email ou site de relacionamento
- Não dê, nem mostre seu endereço, telefone, nome da escola ou dos parentes
- Sempre que acontecer algo estranho, chame um adulto 

Contatos das delegacias

DIG-DEIC – 4ª Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática de São Paulo (SP) Delegacia especializada em crimes eletrônicos. Presta atendimento presencial, por telefone e via Web. Endereço: Av. Zack Narchi, 152, Carandiru – São Paulo (SP) Fone: (11) 6221 - 7011 ou 6221 - 7030 e-mail: 4dp.dig.deic@policiacivil.sp.gov.br


DRCI – Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, Rio de Janeiro (RJ) Delegacia especializada em crimes eletrônicos. Presta atendimento presencial, por telefone e via Web. Endereço: Rua Clementino Fraga, 77 - Cidade Nova - Rio de Janeiro (RJ) Fone: (21) 3399 – 3201/ 3399 - 3202


DERCIFE (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra Informática e Fraudes Eletrônicas), Belo Horizonte (MG) Delegacia especializada em crimes eletrônicos. Presta atendimento presencial e por telefone. Endereço: Av. Antônio Carlos, 901, Lagoinha – Belo Horizonte (MG) Fone: (31) 3201-5892

  
Polícia Civil do Paraná Possui divisão de informática que auxilia na investigação de crimes eletrônicos. Atende a todo o estado. Endereço: Rua José Loureiro 540, Centro – Curitiba (PR) Fone: (41) 3883-8100. e-mail: cibercrimes@pc.pr.gov.br

  
Delegacia de Defrações, Porto Alegre (RS) Qualquer delegacia de Porto Alegre está habilitada a receber queixas de crimes eletrônicos e dar andamento ao inquérito.

  
Delegacia Especial de Repressão a Crimes Eletrônicos, Brasília (DF) Delegacia especializada em crimes eletrônicos. Endereço: Setor Áreas Isoladas Sudoeste, Bloco D – Brasília (DF). Fone: (61) 3362 – 5898/3361 – 9589

  
NURECCEL - Núcleo de Repressão Contra Crimes Eletrônicos, Vitória (ES)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arte nada mais é, do que reciclar e soltar a imaginação.

Berço para bonecas

Reciclado de rolo de papel