Esses sistemas são reinvenções dos velhos golpes em novas roupagens, mas a lógica matemática é sempre a mesma. E a história mostra que nesses sistemas só ganham os idealizadores e alguns poucos que estão no comando ou topo, os demais ficam a ver navios.
No início você chega a receber algum dinheiro e iludido acaba investindo cada vez mais, o bolo cresce (no forno dos manipuladores) até que o sistema entra em colapso quando o recrutamento de novas pessoas chega ao limite. Nesse momento, a esmagadora maioria do dinheiro está em algum paraíso fiscal e os operários recrutadores apenas com saldos virtuais sem ter como resgata-los e nem mesmo como contestar a falta dos pagamentos. O dinheiro viaja tanto que fica quase impossível rastrear, indicar para quem foi repassado ou até mesmo apontar um responsável, tamanha a fragilidade contratual a qual as pessoas se submetem. Vai reclamar para quem? Seu amigo, seu vizinho ou seu familiar que lhe recrutou?
Pois bem, se o interesse da suposta empresa é divulgar comerciais e pagar para quem está assistindo, pq os defensores desses esquemas não enfatizam que temos que aplicar dinheiro primeiro para depois poder assistir os vídeos? Não seria mais lógico vc apenas ver os vídeos e receber por ter visto, já que são as grandes corporações que estão pagando para que os vídeos sejam vistos? Bastaria cadastrar as pessoas e aquelas que passassem o dia assistindo ficariam RICAS.
Outro argumento muito utilizado pelos defensores do suposto sistema binário é que não precisamos comprar produtos, basta assistir. Ora, se tenho que pagar para receber um código estou comprando um produto intangível e sem valor formal, o que é muito pior, então não é apenas assistir, é pagar. Isso na verdade é captação de recursos a margem da lei.
Portanto, fica claro o seguinte: o que alimenta o sistema “assista e ganhe” são os próprios recursos que as pessoas aplicam, a novas aplicações pagam a rentabilidade das velhas aplicações, portanto, é preciso recrutar cada vez mais pesssoas ou refazer as aplicações.
É um esquema simples e inteligente, mas enganoso e antigo. Pego seu dinheiro (1000), fico (ou aplico em esquema ainda mais fraudulento) enquanto vc está se esforçando para cumprir determinada meta - qualquer uma com um fundo pseudo-racional - desde que eu ganhe tempo com seu dinheiro para fazer um bolo. Além disso, vc que aplicou tenta conseguir novos investidores na ânsia de ganhar mais e rápido e é aí que está a maior pilantragem do sistema, se vc conseguir mais quatro pessoas (4000) eu lhe devolvo os seus 1000 + bônus de 100 e ainda fico com 3900 e um novo prazo para pagar as novas quatro pessoas que vc recrutou. Se as quatro recrutarem mais duas cada uma, vou ter mais 8000 (8000+3900=11900). Pago + 100 para vc e devolvo 1000+ bônus de 100 para cada uma das quatro que vc recrutou (100+4000+400=4500), ainda tenho (11900-4500=7400) e um novo prazo para pagar os novos oitos recrutados, que também vão ter que passar pela quarentena para ter o dinheiro de volta. Se cada um dos novos oitos recrutarem mais dois cada, em média, pois não são tão ambiciosos, terei mais 16000 (7400+16000=23400) posso pagar +100 pra vc, +100 para um dos quatro (400), devolver 1000+ bônus de100 para cada um dos oito (8800) e ainda fico com (23400-100-400-8800=R$14100) e um novo prazo para pagar os novos dezesseis participantes. E assim vai...
Verifica-se que, apesar do bolo estar crescendo, sempre devo mais do que tenho de saldo - saldo é de R$14100 e devo R$16000 pelo menos para os dezesseis novos – mas para estes eu estou ainda cozinhando o galo: a velha quarentena, enquanto isso mais gente está aderindo ao esquema ou reaplicando dinheiro injetando novos recursos para pagar aos (vc+4+8+16) que já estão esperando. Mas quem está participando e até ganhando algum dinheiro não consegue visualizar que o bolo em algum momento vai simplesmente sumir e vão aparecer várias desculpas esfarrapadas para quem não consegue reaver os créditos. Como vc tem certeza que está ganhando pode até investir tudo que tem e ficar RICO. Nesse momento é que a ganância aplica a rasteira. Enquanto houver novos recrutamentos ou reaplicações o sistema estará sendo alimentado e o bolo que está em minhas mãos vai continuar crescendo. Imagine agora quando isso entra na casa dos milhões ou bilhões... As autoridades começam a investigar para saber a licitude do esquema ou querem comer parte do bolo, os investidores já não conseguem recrutar novas pessoas, o volume das aplicações individuais já alcançou quantias consideráveis, o bolo começa a parar de crescer, surgem denúncias, os investidores quase que como manada tentam resgatar os crédito e... Cadê o bolo? Eu que estava com o bolão já sumi, o bolão já foi transferido para várias empresas laranjas, paraísos fiscais, aplicado em fraudes ainda maiores, contrabando, lavagem de dinheiro, sonegação fiscal... Quem comeu das migalhas, comeu, quem não comeu, dançou. 
Para finalizar, quero informar aos adeptos desse sistema “assista e ganhe” no Brasil, que esse esquema é uma provável cópia ou até o mesmo já implementado na Índia, e que por lá já se tem notícias que os manipuladores do esquema estão sendo processados e acusados de lavagem de dinheiro entre outras fraudes. Suspeita-se que os mesmos estão expandido o esquema para outras partes do mundo e que provavelmente já aportaram no Brasil. Já existem relatos que depois do início das investigações não se conseguiu mais fazer os regates dos créditos e muita gente já foi lesada. Supostos problemas técnicos e coisas do gênero são sempre reportados para disfarçar o não pagamento.
Portanto, pesquisem em sites internacionais e principalmente em noticiários da Índia, pois no google português vcs não vão encontrar muita coisa.
“Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. E, se não vigiares, virei sobre ti como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei.”