terça-feira, 9 de agosto de 2011

Uso Racional de Energia


Para atingir as metas de economia de energia, o consumidor deve observar o gasto de cada aparelho eletrônico em casa e cortar todo o desperdício. Além disso, para cada aparelho, há algumas recomendações para o uso correto que ajudarão a reduzir o gasto com venergia no final do mês. O consumo de alguns eletrodomésticos é surpreendentemente alto, como o chuveiro e o ferro elétrico.  
Para fazer o cálculo, basta saber que a potência de cada aparelho é a quantidade de energia gasta em uma hora de uso. Cada 1.000 W equivalem a 1kWh. Assim, um chuveiro com potência de 5.400 W gasta 5,4 kWh em uma hora. Veja as principais dicas:
Chuveiro (potência média 6.000 W)
O grande vilão. O chuveiro elétrico, em termos de potência, representa 20 geladeiras.
Evite escovar os dentes, fazer a barba ou depilação no chuveiro. Banhos devem durar em média sete minutos.
Se agüentar o frio, coloque o chuveiro na posição verão e diminua a vazão de água para aumentar a temperatura. A economia é de 30%. E desligue o chuveiro ao se ensaboar.
Não use duchas de alta pressão.
Não estique a resistência queimada porque quebrou um pedaço.Pode sair mais caro do que comprar uma nova, que custa em média R$ 2.
Ferro elétrico (potência média 1.200 W)
Outro vilão do consumo. Concentre o maior número de roupas possível para ligar o ferro, porque o aparelho consome mais energia no aquecimento inicial.
Deixe as peças mais leves e fáceis para passar por último, para aproveitar o calor do ferro desligado.
Computadores (potência média 250 W)
Aproveite os recursos de descanso de tela.
Coloque o computador em espera quando possível.
Não esqueça o computador e a impressora ligados.
Máquina de lavar (potência média entre 600
e 800 W) e secadora (potência média de 3500 W)
Concentrar o maior número de peças para colocar na máquina de lavar. O mesmo serve para a secadora de roupas.
Deve-se preferir a utilização da capacidade máxima determinada pelo fabricante da secadora e da máquina de lavar roupas.
Utilizar a quantidade de sabão adequada para não repetir a operação de enxágüe.
Se possível, coloque as roupas para secar em áreas externas e quintais.
Microondas (potência média 1.200 W)
Prefira usar fogão a gás. Se não for usar o aparelho, tire o plug da tomada.
Geladeira (potência média de 300 W)
Descongelar regularmente. A crosta de gelo puxa mais energia.
A borracha da porta deve estar em boas condições. Um teste:
Pegue uma folha de papel, coloque entre a borracha e a porta, com metade da folha para fora. Feche a porta e tente puxar o papel. Se sair facilmente, a vedação está comprometida.
Não colocar roupas ou tênis para secar atrás da geladeira.
Mantenha a geladeira distante da parede – em média, 20 centímetros
(ver manual). E em local ventilado.
Evitar abrir a porta da geladeira toda hora.
Não forrar as prateleiras com plásticos (mesmo vazados). O plástico dificulta a circulação de ar dentro do refrigerador que necessita de mais energia para funcionar.
Diminuir o termostato para 2 ou 1 (especialmente no inverno).
Não concentrar um volume muito grande de alimentos, o que dificulta a circulação de ar, nem colocar alimentos quentes na geladeira.
Freezer (potência média de 300 W)
Verificar se é possível desativar o freezer colocando os alimentos no congelador da geladeira. Isto representa uma economia de 50 kWh por mês.
Se desligar, limpe o freezer e deixe a porta entreaberta para não mofar.
Televisor (potência média entre 80 e 100 W)
Não assistir TV com a luz acesa.
Se a família estiver assistindo o mesmo programa, ter apenas uma TV ligada.
Não dormir com a TV ligada. Use o desligamento automático.
Não deixe a TV ligada sem necessidade.
Não use o controle remoto para desligar o televisor. Use o botão power direto no aparelho.
Iluminação (potência variável)
Troque todas as lâmpadas pelas fluorescentes compactadas. A medida reduz o consumo em 80%.
Uma lâmpada fluorescente compacta de 15 W corresponde a uma lâmpada normal 60 de W. Em média, as fluorescentes duram dez mil horas, enquanto uma lâmpada normal de 60 W, apenas mil horas.
Aproveite a iluminação natural. Prefira cores claras para a pintura das paredes, móveis e acessórios.
Apague as luzes ao sair do ambiente.
Boiler (reservatório com aquecedor de água)
Escolha um boiler com capacidade adequada às necessidades.
Dê preferência a modelos com melhor isolamento do tanque e com dispositivo de controle da temperatura.
Instale o aquecedor o mais próximo possível dos pontos de consumo.
Reduza a temperatura para 45 graus.
Isole adequadamente as canalizações de água quente.
Nunca ligue o aquecedor à rede elétrica sem ter certeza de que ele está cheio d’água. Para isso, verifique se sai água das torneiras de água quente.
Quando usar o aparelho, ajuste o termostato de acordo com a temperatura ambiente. Se esquentar demais e você tiver que misturar água fria, será desperdício.
Ligue o aquecedor apenas o tempo necessário. Se possível, instale um timer para tornar automática essa tarefa.
Se puder, substitua o boiler por um aquecedor a gás.
Ar Condicionado ( potência média 1.000 W)
Um dos vilões do consumo. Quanto mais BTUs (Unidade Térmica Britânica, que mede a capacidade de resfriamento do aparelho) tem um ar-condicionado, mais energia ele consome.
No meio da noite, o ventilador pode substituir o ar-condicionado (redução
de 50% no consumo).
Mantenha portas e janelas bem fechadas. Se possível cubra paredes e tetos com isolantes.
Feche as cortinas caso haja entrada de raios solares.
Deixe o ar condicionado de 4 a 5 graus abaixo da temperatura externa.
Secador de cabelo
O consumo de energia elétrica destes aparelhos é bastante elevado, embora sejam pequenos. Para economizar reduza o uso.
Outras dicas
Não deixe que existam em sua casa fios mal emendados, desencapados ou mal isolados.
Use fios de diâmetro correto para cada finalidade e não emende fios com espessuras diferentes.
Evite usar aparelhos elétricos no horário de pico de consumo entre 17 e 22 hs.
Desligue a chave geral da casa quando sair em viagem longa.
Dê preferência a eletrodomésticos com selo da Procel de economia de energia.Esses aparelhos foram aprovados por centros de pesquisas do governo no quesito economia de energia.
TABELA DE CONSUMO MENSAL DOS APARELHOS ELETRODOMÉSTICOS
O tempo de uso em horas por mês estimado. O usuário deverá determinar o real tempo de uso para cada equipamento que possuir em sua residência.
Para se determinar o consumo mensal em kWh de cada aparelho deve-se efetuar o seguinte cálculo:
Consumo mensal (kWh) = {potência do equipamento (W) x horas de uso mensal (h)} /1000


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arte nada mais é, do que reciclar e soltar a imaginação.

Berço para bonecas

Reciclado de rolo de papel