segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Braceletes/Pulseiras feitos em Tear de Bijuterias!


E aí pessoal, tudo bem!
Hoje vou mostrar algumas pulseiras feitas no tear de bijuterias.
Esse tear descobri na internet depois de muito "garimpo"! 
Ele é super prático e também permite a confecção de faixas.
 Basta trocar as barras laterais.
O material utilizado para essa pulseira foi: fio encerado 
(fio do urdume); fio de nylon 0,25 (fio da trama) e miçanguinhas.
 Para o fecho usei dois terminais grandes; elos grandes e um fecho
 mosquetão médio (que esqueci de incluir na foto!!).
      Escolhi um motivo simples. Nessa foto um close do processo de
 produção. 
Gráficos de ponto cruz também podem ser transformados em
 belos motivos para serem confeccionados no tear.
 para um programa que permite criar seus próprios gráficos, tem
 uma versão simplificada grátis para dowload. Essa dica eu
 encontrei lá no blog da querida Mariana Espindola Kirkpatrick!
Aqui a peça finalizada! E como me interessa tudo relacionado 
ao artesanato, gosto de misturar técnicas.  Quando planejei 
essa peça, resolvi que iria terminá-la utilizando macramê:
 um trabalho manual bastante conhecido e apreciado,
 que proporciona inteira liberdade de criação, sem restrição 
a modelos preestabelecidos.
A palavra macramê significa nó e a origem da palavra provavelmente
 vem do árabe migramah que significa franja ornamental.
 É uma arte que iniciou na pré-história e foi difundida 
por marinheiros que utilizavam a técnica para criar objetos marítimos.
Para vocês terem uma idéia de como fica no pulso.
Outros modelos que fiz!
Acho fascinante a infinita possibilidade de motivos e materiais
 que podemos criar e utilizar.
Essa é uma faixa de cabelo feita em tear, porém esta não fui eu que fiz,
 mas queria mostrar pra vocês! Comprei numa feira muito legal,
 num estande do Equador, uma senhora e seu esposo, ele era o
 responsável pela execução dos projetos lindos e ela pela venda!
 Uma pena que não fiquei com nenhuma referência deles!

Você quer saber um pouco mais sobre Tear?

A tecelagem é conhecida por ser uma das formas de artesanato 
mais antigo ainda presente nos dias de hoje.
De forma mais didática possível: Tecelagem é o ato de tecer,
 entrelaçar fios de trama (transversal) e urdume, ou urdidura,
 (longitudinal) formando tecidos.
Ninhos de pássaros ou teias de aranhas podem ter servido de inspiração 
para nossos antepassados, que usavam o princípio da tecelagem entrelaçando
 pequenos galhos e ramos para construir barreiras, escudos ou cestas.
 E a partir desse conhecimento, provavelmente, passaram a utilizar
 novos materiais para produzir os primeiros tecidos rústicos, chegando
 assim ao vestuário.
É preciso destacar que os estudiosos ainda não definiram a data exata 
em que nossos ancestrais deixaram as peles e passaram a se vestir 
utilizando fibras entrelaçadas.
Já o primeiro tear foi algo tão simples quanto uma estrutura vertical
 construída de galhos. E aos Gregos é atribuída a transferência do
 tear de posição vertical para a horizontal, e aos Egípcios a fixação
 dos fios de urdume de modo a facilitar o entrelaçamento dos fios.


Estrura de um tecido plano.






Dicas para usar o tear de miçangas:

Basicamente o tear de miçangas consiste de uma armação que permite manter uma quantidade de fios, denominado de urdume, esticados e eqüidistantes um do outro.

Obrigada pela visita e até a próxima! 
Um beijo no coração de todos e voltem sempre!

2 comentários:

  1. Boa tarde. Na 6ª foto após o tear, do lado direito, há duas pulseiras cujas contas me parecem de madeira. Poderia confirmar o material e me informar onde adquirí-las em SP? Obrigada. Ely

    ResponderExcluir
  2. Bom dia São sementes! Em lojas que vende tudo para a fabricação de cordões e pulseiras. Não conheço São paulo.

    ResponderExcluir

Arte nada mais é, do que reciclar e soltar a imaginação.

Berço para bonecas

Reciclado de rolo de papel